Beethoven / Czerny / Ries / Moscheles: A herança de Beethoven (Música para trompa e piano)

Beethoven / Czerny / Ries / Moscheles: A herança de Beethoven (Música para trompa e piano)

Consistindo somente de música para trompa e piano, este pequeno disco não pode sequer esboçar a herança de Beethoven. Mas faz mais do que imaginamos, pois as primeiras peças de câmara de Beethoven, agora entre as menos conhecidas, estavam entre as mais entusiasticamente tocadas durante sua vida. A diversão é principalmente nas outras três partes do álbum, que são bem e mal-sucedidas de diferentes maneiras. A sonata de Ries imita de perto as de Beethoven, tanto no humor geral quanto em vários detalhes, mesmo sem captar sua toda aquela tensão. Carl Czerny, em seu andante e polaca para trompa e piano, op. posth., capta a parte expansiva de Beethoven e dá à trompa e ao piano uma dinâmica extraordinária dentro do contexto do início do século XIX. As peças mais atraentes são as duas obras de Ignaz Moscheles.

Beethoven / Czerny / Ries / Moscheles: A herança de Beethoven (Música para trompa e piano)

1. Ludwig Van Beethoven – Sonate en Fa maj op. 17 – Allegro moderato (8:34)
2. Ludwig Van Beethoven – Sonate en Fa maj op. 17 – Poco Adagio, quasi andante (1:29)
3. Ludwig Van Beethoven – Sonate en Fa maj op. 17 – Allegro moderato (5:02)

4. Carl Czerny – Andante e polacca op. posth – Andante (3:21)
5. Carl Czerny – Andante e polacca op. posth – Allegro alla Polacca (8:41)

6. Ferdinand Ries – Sonate en fa maj op.34 – Largetto (12:11)
7. Ferdinand Ries – Sonate en fa maj op.34 – Andante (3:57)
8. Ferdinand Ries – Sonate en fa maj op.34 – Rondo Allegro (6:58)

9. Ignaz Moscheles – Theme varie du Feuillet d’Album de Rossini (8:32)
10. Ignaz Moscheles – Introduction et Rondeau Ecossais op. 63 (8:21)

Louis-Philippe Marsolais, trompa
David Jalbert, piano

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

O título do CD é ambicioso demais, mas Marsolais é excelente!

PQP

Ignaz Moscheles (1794-1870) e Johann Nepomuk Hummel (1778-1837): Sonatas para Violoncelo e Piano

Ignaz Moscheles (1794-1870) e Johann Nepomuk Hummel (1778-1837): Sonatas para Violoncelo e Piano

A Sonata de Moscheles é muito boa, mas a verdadeira surpresa deste CD são os Estudos Melódicos e Contrapontísticos do mesmo Moscheles sobre Prelúdios de Bach nas faixas 5, 6 e 7. Já a Sonata de Hummel é rotineira, ainda mais se considerarmos sua luminosa obra, especialmente as Sonatas de nosso próximo e excelente post (PQP o postará na terça pela manhã). Para variar, a Hyperion nos brinda com um disco com repertório raro e que vale a pena conhecer. Serve bem a uma tarde preguiçosa de domingo.

Moscheles (1794-1870) e Hummel (1778-1837): Sonatas para Violoncelo

Cello Sonata in E major, Op 121 [Moscheles]
1. Movement 1: Allegro espressivo e appassionato
2. Movement 2: Scherzo ‘ballabile’. Allegretto quasi allegro
3. Movement 3: Ballade ‘in böhmische Weise’. Andantino
4. Movement 4: Allegro vivace, ma non troppo

Melodisch-contrapunktische Studien, Op 137 [Bach & Moscheles]
5. No 4: Andante con moto espressivo ‘Well-tempered Klavier II Prelude No 7 in E flat major’
6. No 8: Allegro maestoso ‘Well-tempered Klavier II Prelude No 6 in D minor’
7. No 9: Andante espressivo ‘Well-tempered Klavier I Prelude No 4 in C sharp minor’

Cello Sonata in A major, Op 104 [Hummel]
8. Movement 1: Allegro amabile e grazioso
9. Movement 2: Romanze. Un poco adagio e con espressione
10. Movement 3: Rondo. Allegro vivace un poco

Jiří Bárta, violoncelo
Hamish Milne, piano

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

Bartá
Jiří Bárta: esse sujeito dá um banho neste CD

PQP