Haydn / Takemitsu / Bartók / Pärt: Landscapes

Gosto desses CDs mistureca. Haydn, Bartók, Pärt e Takemitsu acabam conseguindo uma boa convivência na pequena área do disquinho. Sem Haydn, não se sabe o que seria do gênero do quarteto de cordas. Elo de ligação entre Johann Sebastian Bach e Wolfgang Amadeus Mozart sua obra é feliz, mas sem a qualidade de um Mozart ou as profundidades filosóficas de um Beethoven. Mas Joseph Haydn foi um grandíssimo gênio. Aqui, está na companhia de compositores nascidos séculos depois. Como combinam bem os revolucionários! Os três irmãos Mark, Erik e Ken Schumann, que cresceram na Renânia e tocavam juntos desde crianças. Em 2012, a violista estoniana Liisa Randalu juntou-se a eles para formar o excelente Schumann Quartett. Olho neles, os caras são bons.

Haydn / Takemitsu / Bartók / Pärt: Landscapes

JOSEPH HAYDN STRING QUARTETT IN B-FLAT MAJOR OP. 76 “SUNRISE”
1 ALLEGRO CON SPIRITO
2 ADAGIO
3 MENUETTO
4 FINALE

5 TORU TAKEMITSU “LANDSCAPE” FOR STRING QUARTET

BÉLA BARTÓK STRING QUARTET NO. 2
6 MODERATO
7 ALLEGRO MOLTO CAPRICCIOSO
8 LENTO

9 ARVO PÄRT “FRATRES”

Schumann Quartett

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

Takemitsu: impressionado com a qualidade e a quantidade de música que temos aqui no PQP.

Takemitsu: impressionado com a qualidade e a quantidade de música que temos aqui no PQP.

PQP

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

Albéniz / Berio / Debussy / Fauré / Janáček / Liszt / Ravel / Sawhney / Takemitsu: Water

Após os excelentes álbuns Duo e Credo, ambos postados no PQP Bach, Hélène Grimaud nos chega com um disco onde aparece claramente a sua militância pelas causas ecológicas. Water é um trabalho incomum. Aqui, Grimaud executa peças de vários períodos — clássicas, românticas e contemporâneas — cuja temática é a água. Além do fascínio pela água, além das evocações tradicionais de rios, lagos, mares, flocos de neve, e gotas de chuva, o álbum também reflete uma perspectiva contemporânea sobre a água e a falta dela. As peças de diferentes compositores são amarradas através das Transitions, sons de água e de instrumentos musicais compostos, gravados e produzidos por Nitin Sawhney, um celebrado compositor de World Music. Ele também é DJ, produtor, multi-instrumentista, compositor orquestral e pioneiro cultural. Reafirmando sua posição como uma das artistas mais interessantes da música erudita, Grimaud combina a cultura com seu compromisso com os desafios ecológicos, ambientais e humanitários de nossos dias. Então, Water é um projeto com três níveis distintos de aspiração criativa: artístico, inventivo e ativista. Além disso é bom pacas de ouvir.

Albéniz / Berio / Debussy / Fauré / Janáček / Liszt / Ravel / Sawhney / Takemitsu: Water

1 Wasserklavier (No.3 From 6 Encores – Per Antonio Ballista) (Luciano Berio) 2:11
2 Water – Transition 1 (Nitin Sawhney) 1:18
3 Rain Tree Sketch II (In Memoriam Oliver Messiaen) (Toru Takemitsu) 5:25
4 Water – Transition 2 (Nitin Sawhney) 1:41
5 Barcarolle No.5 In F Sharp Minor (op.66) (fis-moll En Fa Diese Mineur Allegretto Moderato) (Gabriel Fauré) 6:39
6 Water – Transition 3 (Nitin Sawhney) 1:33
7 Jeux D’eau (Music Note=144) (Tres Doux) (Maurice Ravel) 5:10
8 Water – Transition 4 (Nitin Sawhney) 1:27
9 Almeria (No.2 From Iberia II Allegretto Moderato) (Isaac Albéniz) 10:06
10 Water – Transition 5 (Nitin Sawhney) 0:55
11 Les Jeux D’eaux A La Villa D’Este (No.4 From Annees De Pelerinage III S 163 Allegretto) (Franz Liszt) 7:38
12 Water – Transition 6 (Nitin Sawhney) 1:34
13 In The Mists: No.1 (Andante) (Leoš Janáček) 4:33
14 Water – Transition 7 (Nitin Sawhney) 1:16
15 La Cathedrale Engloutie (No.10 From Preludes I Profondement Calme) (Claude Debussy) 6:03
16 Water Reflections (Helene Grimaud’s Thoughts On The Permutations Of Water) 10:49

Piano – Hélène Grimaud

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

Desta vez, deu na trave

Desta vez, deu na trave

PQP

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!

Ainda mais Cordas: o Pipa (Tán Dùn (1957): Concerto para Pipa – Hikaru Hayashi (1931-2012): Concerto para viola – Tōru Takemitsu (1930-1998): Nostalghia – Wú Mán – Yuri Bashmet)

MI0001164132Um país imenso como a China, um caldeirão étnico transbordando tradições que parecem tão antigas quanto o tempo, poderia prover ad nauseam instrumentos para nossa série. O pípa, que escolhemos, assemelha-se a um alaúde e é conhecido pelo menos desde o século II a. C. O Concerto de Tán Dùn, baseado em sua obra “Ghost Opera” (que foi gravada pelo Kronos Quartet e por Wú Mán, a mesma solista deste álbum), tem aquele jeitão de colagem entre influências ocidentais e orientais que é característico do compositor. Apesar de alguns momentos interessantes, particularmente aqueles em que as cordas imitam vocalizações e o som do erhu (mais sobre ele abaixo), parece faltar algum amálgama para unir seus diversos episódios. Nostalghia de Takemitsu, composta como um réquiem para o cineasta Andrey Tarkovsky, é bem melhor, ainda mais com o ótimo solo de Yuri Bashmet ao violino. Os três arranjos de excertos de trilhas sonoras, também por Takemitsu, parecem um pouco deslocados, o que aumenta a agradável surpresa que é o sereno Concerto-Elegia de Hikaru Hayashi na viola do versátil Bashmet.

Do meu instrumento chinês preferido, o erhu, eu ainda não tenho gravação em CD que prestem. Enquanto aguardo que aquelas que encomendei atravessem os sete mares e cheguem a Desterro, deixo-lhes um vídeo em que o Xu Ke, o maior virtuose moderno do erhu, debulha as duas pobres cordas de seu instrumento numa interpretação do Zigeunerweisen de Sarasate que, claro, só pode ser fruto de bruxaria:

TAN DUN – PIPA CONCERTO – HAYASHI – VIOLA CONCERTO – TAKEMITSU – NOSTALGHIA

Tán DÙN (1957)

Concerto para orquestra de cordas e pipa
01 – Andante molto
02 – Allegro
03 – Adagio
04 – Allegro vivace

Wú Man, pipa
Moscow Soloists
Yuri Bashmet, regência

Tōru TAKEMITSU (1930-1998)

05 – Nostalghia, para violino solo e orquestra de cordas

Yuri Bashmet, violino
Moscow Soloists
Roman Balashov, regência

Três Trilhas Sonoras para orquestra de cordas
06 – Music for Training and Rest (de “José Torres”)
07 – Funeral Music (de “Black Rain”)
08 – Waltz (de “Face of Another)

Moscow Soloists
Yuri Bashmet, regência

Hikaru HAYASHI (1931-2012)

Concerto para viola e orquestra de cordas, “Elegia”
09 – Movimento I
10 – Movimento II

Yuri Bashmet, viola
Moscow Soloists
Roman Balashov, regência

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

Wú Mán e seu pipa

Wú Mán e seu pipa

Vassily Genrikhovich

Gostou deste texto? Então ajude a divulgar!