Franz Léhar (1870-1948): A Viúva Alegre

Franz Léhar (1870-1948): A Viúva Alegre

Pensei muito na postagem deste Natal. Diversas cantatas de papai me vieram à cabeça, entre outras coisas, como oratórios de Haendel, de Mendelssohn, enfim, ouvi muita coisa nestes últimos dias, inclusive um Stabat Mater magnífico de Dvorák, que virá com o devido tempo. Mas resolvi mudar um pouco, e trazer um pouco de alegria e diversão para este dia de Natal.

Tive o privilégio de assistir a um belíssimo concerto neste final de semana com a Orquestra do Castelo de Schömbrunn, diretamente de Viena. O repertório foi dedicado quase que exclusivamente à Família Strauss, e algumas árias desta “Viúva Alegre”, cantada por uma excelente soprano, cujo nome não lembro, mas enfim, belíssimo espetáculo, que deixou a todos os presentes encantados.

Voltei para casa empolgado e fui atrás de uma gravação dessa opereta de Léhar, cujas canções já ouço desde minha infância, e encontrei essa excelente versão da Filarmônica de Viena, curiosamente regida pelo maestro inglês John Eliot Gardiner com seu sempre perfeito The Monteverdi Choir, e com um elenco que trazia ao menos três cantores bem conhecidos, o baixo Brynn Terfel, a soprano Cheryl Studer, além de Barbara Booney.

Diversão garantida, grandes canções, excelente interpretação de todos os solistas, enfim, é para descontraí-los neste Natal.

Aproveitando a ocasião, deixo aqui para todos nossos leitores-ouvintes um Feliz Natal e um 2010 repleto de realizações.

Franz Léhar (1870-1948): A Viúva Alegre

01 – Verehrteste Damen und Herren
02 – Camille, ich muss mit Ihnen sprechen!
03 – So kommen Sie! ‘s ist niemand hier!
04 – Dialog_ Nun, Njegus, haben Sie meine Botschaft überbracht_
05 – Achtung, meine Herren
06 – Dialog_ Camille! – Ja_
07 – Also, Njegus, hier bin ich – O Vaterland
08 – Dialog_ Ich habe schon die vierte Nacht nicht geschlafen!
09 – Dialog & Ja, was_ – Ein trautes Zimmerlein
10 – Dialog &’Damenwahl! Hört man rufen rings im Saal!
11 – Ich bitte, hier jetzt zu verweilen – Es lebt’ eine Vilja
12 – Dialog_ Gospodina, dieses vaterländische Fest könnte nicht
13 – Heia, Mädel, aufgeschaut
14 – Dialog & Wie die Weiber man behandelt
15 – Dialog_ Mein tapferer Reitersmann!
16 – Dialog & und Romanze Mein Freund! Vernunft!
17 – Dialog_ Ah, die Baronin und der Herr Rosillon
18 – Ha! Ha! – Wir fragen, was man von uns will!
19 – Dialog_ Also, also, also
20 – Tanz-Szene
21 – Dialog_ Graf Danilowitsch& Ja, wir sind es, die Grisetten
22 – Dialog_ Exzellenz, Exzellenz, Graf, eine Expressdepesche!
23 – Lippen schweigen
24 – Dialog_ Exzellenz! Exzellenz! Diesen Fächer hat man in Pavillon gefunden!
25 – Ja, das Studium der Weiber ist schwer

Baron Mirko Zeta – Bryn Terfel
Valencienne – Barbara Booney
Graf Danilo Danilowitch – Boje Skovhus
Hannah Glawari – Cheryl Studer
Camille de Rosillon – Rainer Trost
Vicomte Cascada – Karl Magnus Fredricksson
Raoul de St. Brioche – Uwe Pepper
Njegus – Heinz Zednik

Wiener Philharmoniker
The Monteverdi Choir
John Eliot Gardiner

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

Uma montegem da opereta "A Viúva Alegre" de Franz Lehar
Uma montegem da opereta “A Viúva Alegre” de Franz Lehar

FDP Bach

Johann Sebastian Bach (1685-1750) – Orchestral Suites BWV 1066-1069 – Gardiner, English Baroque Soloists

Não sei se é por causa da chuva e do frio que predominam aqui no sul do Brasil, só sei que o meu computador anda muito temperamental, desligando sozinho de vez em quando, outras vezes nem quer ligar… enfim, temperamental. Ou pedindo aposentadoria. Mas esta última opção não será possível de realizar tão cedo. Andei trocando de carro há alguns meses atrás, portanto estou economizando tudo o que pode ser economizado. Esse computador vai ter me aguentar por mais uns dois anos, pelo menos.

Durante muitos anos estive atrás desta gravação das Suítes Orquestrais com o Gardiner.Nem acreditei quando a encontrei, estava até acreditando que ele nem as havia gravado.  Desde então, não canso de ouvi-las. Estão no meu mp3 player e no cartão de memória do celular, para poder ouvi-las sempre que possível.

Postei os Brandenburgo Concertos com o Gardiner há alguns meses atrás. Curiosamente ele nunca havia gravado aquelas obras, só agora, no final da primeira década do novo século ele as enfrentou, e já consolidado como o grande regente que é, e além disso, já ostentando o título de Cavaleiro da Rainha na frente do nome. Agora temos de chamá-lo de Sir John Eliot Gardiner. E aquela postagem foi um sucesso. Estas Suítes Orquestrais, ao contrário, já foram gravadas há 25 anos atrás, ou mais, se não me engano, ainda nos anos 80, e por algum motivo, saiu de catálogo, e ficou muito difícil de conseguir.

Infelizmente não tive acesso às informações sobre os solistas. Agradeceria a boa alma caridosa que me passasse estas informações.

Gardiner sempre se sente à vontade quando toca Bach. Definitivamente, é um grande especialista neste repertório. Tenho certeza de que os senhores irão gostar.

P.S. – Este CD encontra-se fora de catálogo. Não o encontrei nem na amazon nem no site da própria ERATO.

P.S; 2 – Um atento ouvinte me alertou que estava faltando uma das faixas doo BWV1067. Para não ter de reupar todo o arquivo, estou disponibilizando apenas a faixa. Trata-se das belíssimas Bourees I & II .

CD 1

1 – Suite No.1 BWV 1066 – Overture
2 – Courante
3 – Gavottes 1 & 2
4 – Forlane
5 – Menuets 1 & 2
6 – Passepides 1 & 2
7 – Choral BWV 299 (Monteverdi Choir)
8 – Suite No.2 BWV 1067 – Overture
9 – Rondeau
10 – Sarabande
11- Bourr es 1 & 2
12 – Polonaise Double
13 – Menuet
14 – Badinerie

CD 2

1 – Suite No. 3 BWV 1068 – Ouverture
2 – Air
3 – Bourree
4 – Gavottes 1 & 2
5 – Gigue
6 – Suite No. 4 BWV 1069 – Ouverture
7 – Bourrees 1 & 2
8 – Gavotte
9 – Menuets 1 & 2
10 – Rejouissance

English Baroque Soloists
John Eliot Gardiner – Conductor

BAIXE AQUI -DOWNLOAD HERE

FAIXA 12 – SUÍTE Nº2, BWV 1067 – Bourees I & II
FDPBach

Kurt Weill – Speak Low – Songs by Kurt Weill – von Otter – Gardiner

Um disco delicioso, ideal para estes dias frios aqui do sul. Porque ele traz o calor dos cabarés alemães às vésperas da Segunda Guerra Mundial. Sempre fui fã do Kurt Weill, já há algum tempo pretendia postar alguma coisa dele, mas outros projetos sempre me tomavam o tempo. Ontem de noite, para variar tentando dar uma geral no meu acervo de cds, encontrei este, escondido. Já fazia bastante tempo que eu não o ouvia.
Anne-Sophie von Otter está em seu elemento natural cantando estas canções. E Sir John Elliot Gardiner pode surpreender a alguns menos acostumados ao seu talento e versatilidade, mas para mim ele soa natural. Já ouvi estas canções com diversos acompanhamentos, desde pequenos grupos de jazz, ou pequenos conjuntos orquestrais, ou apenas um piano, mas nunca antes com uma Orquestra completa. Diria que Gardiner realça a musicalidade das obras, deixando um pouco de lado seu aspecto mais teatral. Mas como estamos ouvindo, e não assistindo, creio que sua escolha foi acertada.
Espero que apreciem. Confesso que andei meio depressivo em minhas últimas postagens, principalmente com o Pergolesi, mas este CD ajuda a levantar a auto-estima.

1. Introduktion: Andante sostenuto “Meine Schwester . . .
Anne Sofie von Otter, NDR-Sinfonieorchester, John Eliot Gardiner
2. Faulheit: Allegro vivace “Müssiggang ist aller Laster”
James Sims, Karl-Heinz Lampe, Christfried Biebrach, Frederick Martin, NDR-Sinfonieorchester, John Eliot Gardiner
3. Stolz: Allegretto, quasi andantino “Als wir aber”
4. Zorn: Molto agitato “Das geht nicht vorwärts”
Anne Sofie von Otter, James Sims, Karl-Heinz Lampe, Christfried Biebrach, Frederick Martin, NDR-Sinfonieorchester, John Eliot Gardiner
5. Völlerei: Largo “Das ist ein Brief aus Philadelphia”
James Sims, Karl-Heinz Lampe, Christfried Biebrach, Frederick Martin, NDR-Sinfonieorchester, John Eliot Gardiner
6. No.5 Unzucht “Und wir fanden einen Mann in Boston”
Anne Sofie von Otter, James Sims, Karl-Heinz Lampe, Christfried Biebrach, Frederick Martin, NDR-Sinfonieorchester, John Eliot Gardiner
7. Habsucht: Allegro giusto “Wie hier in der Zeitung”
James Sims, Karl-Heinz Lampe, Christfried Biebrach, Frederick Martin, NDR-Sinfonieorchester, John Eliot Gardiner
8. Neid: Allegro non troppo “Und die letzte Stadt”
Anne Sofie von Otter, James Sims, Karl-Heinz Lampe, Christfried Biebrach, Frederick Martin, NDR-Sinfonieorchester, John Eliot Gardiner
9. Epilogue “Darauf kehrten wir zurück nach Lousiana”
Lady in the Dark
tran. Chris Hazell/Tony Burke
10. 3. My Ship
11. One Life to Live
Anne Sofie von Otter, NDR-Sinfonieorchester, John Eliot Gardiner
12. Buddy on the Nightshift
13. Nannas Lied
Anne Sofie von Otter, Bengt Forsberg

Happy End (1929)

tran. Chris Hazell/Tony Burke

14. 1. Bilbao Song
15. 2. Surabaya Johnny
16. Das Lied von der harten Nuss (Song of the Big Shot)
Anne Sofie von Otter, NDR-Sinfonieorchester, John Eliot Gardiner
17. Je ne t’aime pas
18. Schickelgruber
19. Der Abschiedsbrief
Anne Sofie von Otter, Bengt Forsberg

One Touch of Venus

20. Foolish Heart
21. Speak Low
22. I’m A Stranger Here Myself
Anne Sofie von Otter, NDR-Sinfonieorchester, John Eliot Gardiner

Anne Sofie von Otter
James Sims, Karl-Heinz Lampe, Christfried Biebrach, Frederick Martin
Bengt Forsberg
NDR-Sinfonieorchester
John Eliot Gardiner

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE